África  | 02/12/2016

VICTORIA FALLS, Doctor Livingstone, Supongo

Uma das maiores experiências inesquecíveis que se pode viver em África é contemplar a cortina de água enorme das Cataratas Vitória. É realmente um muro de água estremecedor que forma o poderoso Zambeze num troço de 1,7 km de largura que cai pela fenda de um planalto basáltico para uma ravina estreita, onde o rio Zambeze atravessa.

Em 1855, o explorador David Livingstone batizou-as com o nome da sua rainha, Victoria, mas, na realidade, chamavam-se Mosi-ou-Tunya (o fumo que troveja). A forma incomum das cataratas Victoria permite contemplá-las integralmente a uma distância de apenas 60 metros de distância, porque o rio Zambeze cai num abismo profundo e estreito ligado a uma série de desfiladeiros que formam pequenas quedas de água e que permitem a abordagem a pé.

As cataratas são partilhadas pela Zâmbia e o Zimbabué, e cada país tem seu próprio parque nacional para protegê-los.

     
     

Newsletter

El Elefante de SUDAFRICA

Agosto 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

Oriente Médio

Um barco atrás de KEOPS

Oriente Médio

Eternamente ABU SIMBEL

retorno