Oriente Médio  | 12/08/2014

BEIRUTE, Espíritos contra Escavadoras

No centro de Beirute, há um enorme espaço conhecido como Souks Project, um complexo de entretenimento com varejo, restaurantes e edifícios de escritórios.



Quando observamos cuidadosamente a área oposta do passeio, vemos uma pequena cúpula incongruente no meio da construção moderna. É o que resta de uma zawiya ou madrassa, construída por um místico erudito do século XVI e o único edifício mameluco que ainda se mantém de pé na cidade.



Nesta zona, os souks históricos de Beirute foram destruídos durante a guerra civil. Em 1992, um trabalhador estava a cavar no local onde estava o souk Tawile e deparou-se com um pequeno edifício com cúpula. A máquina parou de repente, mas ansioso por terminar o trabalho, o homem subiu novamente para operar os comandos e continuar a limpeza, mas de repente a mão ficou paralisada. Mais tarde, quando deixou o local, a paralisia desapareceu.



Espalhou-se a notícia do milagre tinha salvo o edifício. Desta forma, podemos ver a mística zawiya rodeada por uma grande zona de entretenimento.

     
     

Newsletter

El Elefante de SUDAFRICA

Agosto 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

retorno