Oriente Médio  | 12/10/2014

Múmias Museu do CAIRO

Na sala 56 do Museu do Cairo existem múmias de oito de faraós e três rainhas. Entre a morte e o enterro do faraó passavam-se três meses, o tempo necessário para preparar a múmia. O trabalho começava com uma incisão no abdómen para remover as vísceras, que foram guardadas num pote especial, à exceção do coração, que permanece no interior do corpo. O corpo era recheado com perfume e mirra, depois era costurado e coberto com carbonato de sódio durante 70 dias para desidratar. Seguidamente, o corpo é lavado, untado com pomada e envolvido em bandagens de linho impregnadas de resinas, entre as quais eram introduzidos amuletos em pontos específicos de rituais.

No funeral, a procissão, os enlutados e sacerdotes acompanhavam a múmia para o túmulo, onde simbolicamente começava a "abrir a boca".

No quarto, o qual está sob condições ambientais estritamente controladas, destacam-se, pelo excelente estado de conservação, as rainhas Henuttawi e Nedjemet e damas que se situam mesmo no centro da cabine.

     
     

Newsletter

El Elefante de SUDAFRICA

Agosto 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

retorno