Oriente Médio  | 02/12/2014

História da Descoberta de PETRA

Em 2012, celebraram-se os 200 anos após a redescoberta da cidade de Petra, na Jordânia. O viajante, arqueólogo e espião suíço Johann Ludwig Burckhardt foi o primeiro europeu que conseguiu chegar às ruínas desta cidade, em Agosto de 1812. Correu um risco enorme, porque os Europeus não podiam circular por estas zonas e teve que viajar disfarçado como um local. Não podia parar para escrever notas ou apontamentos, mas descobriu que essas magníficas ruínas de um templo escavado na rocha rosa ao fundo de um desfiladeiro, correspondiam a umaantiga capital dos Nabateus.
 
Atualmente, Petra é um destino essencial para qualquer visitante, com as imagens incríveis do Tesouro, o Templo Central, o Teatro Romano e os desfiladeiros que permitem o acesso à vista mais impressinante da cidade vermelha esculpida em Petra. Durante séculos foi um mistério e uma lenda. Johann Ludwig Burckhardt, viajou de comboio no território da Jordânia moderna vestido com trajes árabes e sob a falsa identidade de xeque Ibrahim ibn Abdallah, como parte das suas atividades científicas para a Associação para Promoção da Descoberta das Partes Interiores de África. Este organismo era realmente uma organização que serviu como cobertura do seu trabalho para o Ministério do Exterior britânico.
 
Burckhardt era um homem com uma cultura forte. Falava várias línguas, incluindo o árabe, o que lhe permitiu viajar por terras especialmente perigosas para os cristãos. Sob o pretexto de querer oferecer um sacrifício no túmulo do Profeta Aaron, separou-se da caravana com seu guia e foi contemplar as ruínas de Petra, tornando-se no primeiro ocidental a fazê-lo nos últimos cem anos. Embora tenha prometido não revelar o segredo, cinco anos após sua morte, em 1822, as memórias daquele lugar extraordinário foram publicadas.

     
     

Newsletter

El Elefante de SUDAFRICA

Agosto 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

retorno