Oriente Médio  | 07/12/2015

Parque Nacional de CESAREA

Entre os anos 29 e 22 aC, Herodes, o Grande, construiu uma cidade magnífica sobre uma antiga ponte fenícia e dedicada a César Augusto. O esplendor da cidade estendeu-se até 614 dC, quando a sua história tornou-se instável. No início do século XII, com as Cruzadas, voltou novamente a transformar-se numa povoação e porto importante. Até o final do século XIII, foi destruída pelos Mamelucos e abandonada às areias do deserto, exceto uma pequena aldeia árabe que sobreviveu ao abandono.

Até a década de 1940 a importância das suas ruínas escondidas na areia do deserto não é apreciada, e atualmente, é um local de destaque de Israel. Grande parte das suas jóias estão no Parque Nacional de Caesarea, onde podemos ver um grande teatro romano, com capacidade para 4 mil espetadores, um grupo de muralhas meio submersas paredes que indicam a localização do palácio de Herodes. Podemos também ver as ruínas de um dos maiores hipódromos do Império Romano e a cidadela dos Cruzados, ainda rodeada por muros de 1250, entre outras relíquias interessantes.

     
     

Newsletter

El Elefante de SUDAFRICA

Agosto 2017

Enviando formulario...

El servidor ha detectado un error.

Formulario recibido.

+ Veja newsletters anterior

Más noticias

retorno